Ellen Nascimento

Blog Jornalístico

Morre em Teresina, aos 108 anos, pai de santo Bita do Barão

Publicado em: 18 de abril de 2019 | por: admin

Morreu, no início da tarde desta quinta-feira (18), o mestre Bita do Barão. O Pai de Santo estava internado em um hospital particular de Teresina após sofrer graves problemas de saúde. A causa da morte não divulgada.

Wilson Nonato de Souza, o Bita do Barão, tinha 108 anos de idade. Considerado um dos pais de Santo mais influentes do País, Bita era natural de Codó e ganhou fama nacionalmente ao atender em seu terreiro personalidades políticas.

A filha de Bita do Barão, Janaína Nonato de Sousa, confirmou a morte do pai de santo Bita do Barão, no Hospital São Paulo, em Teresina. Ontem (17), a família do umbandista tentou levar Bita, mesmo muito doente, até Codó para que amigos, familiares e admiradores pudessem se despedir dele. No entanto, o hospital particular de Teresina não autorizou a transferência.

Semana Santa, tempo de reflexão para nossa vida

Publicado em: 17 de abril de 2019 | por: admin

Celebrar a Semana Santa é celebrar a vitória de Cristo em nossa vida. Cada um de nós é convidado a recomeçar, a deixar o pecado e iniciar uma vida nova; por isso, vivamos com intensidade a Paixão de Cristo, que é uma via de dor, mas também o caminho da esperança e salvação.

Estamos no tempo oportuno para refletirmos a nossa vida e nos determinar a morrer para o pecado, assumindo uma vida nova em Cristo.

“Nestes dias do Tríduo Sagrado, não nos limitemos a celebrar a Paixão do Senhor, mas entremos no mistério, façamos nossos os Seus sentimentos e as Suas atitudes. Assim, a nossa Páscoa será feliz” (Papa Francisco).

Semana Santa: mais de 700 presos deixam o sistema prisional nesta quarta

Publicado em: 17 de abril de 2019 | por: admin

Mais de 700 internos do sistema prisional do Maranhão deixam o sistema prisional nesta quarta-feira (17). Os presos  são beneficiados com o saída temporária da Semana Santa e só retornam às unidades prisionais na próxima terça-feira dia 23.

De acordo com a Lei de Execuções Penais, tem direito à saída temporária o preso em regime semiaberto que até a data da saída tenha cumprido 1/6 da pena, em casos de réu primário, ou 1/4 se for reincidente.

Além da Semana Santa, o benefício da saída temporária é concedido em outras datas como o Dia das Mães e Natal.

Os presos beneficiados com a saída temporária não poderão ausentar-se do estado do Maranhão; devem recolher-se às suas residências até as 20h; não podem ingerir bebidas alcoólicas e não podem portar armas ou frequentas festas, bares e similares.

Feriado altera rotina do comércio, bancos e repartições públicas

Publicado em: 17 de abril de 2019 | por: admin

 

Comércio e repartições públicas terão sua rotina alterada por conta da Semana Santa, que este ano, está sendo celebrada de segunda (15) a domingo (21).

De acordo com a Fecomércio, o comércio em geral deverá fechar na sexta-feira (19), incluindo alguns supermercados. Tudo funciona normalmente tanto na quinta (18) como no sábado de aleluia (20).

No domingo de Páscoa (21), o comércio vai funcionar em horário especial devido ao feriado de Tiradentes, que ocorre no mesmo dia. As lojas de rua poderão abrir das 8h às 14h e as situadas nos shopping, das 14h às 20h.

As regras não se aplicam as farmácias e supermercados, por se tratarem de serviços essenciais.

BANCOS

As agências bancárias fecharão em todo o Maranhão somente na sexta-feira (19).

Na quinta-feira (18), apenas as agências bancárias das cidades de Araioses, Barão de Grajapu, Barreirinhas, Chapadinha, Lago da Pedra, Loreto, Mirador, Passagem Franca, Penalva, São Bernardo, Tutóia e Varge, Grande, estarão fechadas por conta de feriados municipais.

ÓRGÃOS PÚBLICOS

Repartições do Governo do Estado e Prefeitura de São Luís, será adotado ponto facultativo na quinta-feira (18).

Nos órgãos do Poder Judiciário e Justiça do Trabalho, o feriado começa nessa quarta-feira (17).

Todas as atividades retornam na segunda-feira (22).

Ministro multa Crusoé, apesar do cumprimento de decisão que ordenou censura

Publicado em: 16 de abril de 2019 | por: admin

O ministro Alexandre de Moraes, do STF (Supremo Tribunal Federal), decidiu, na noite desta segunda-feira (15), multar a revista Crusoé em R$ 100 mil por, supostamente, ter deixado de cumprir decisão de retirar do ar a reportagem “O amigo do amigo do meu pai”.

“Determino que o site O Antagonista e a revista Crusoé retirem, imediatamente, dos respectivos ambientes virtuais a matéria intitulada ‘O amigo do amigo de meu pai’ e todas as postagens subsequentes que tratem sobre o assunto, sob pena de multa diária de R$ 100 mil, cujo prazo será contado a partir da intimação dos responsáveis. A Polícia Federal deverá intimar os responsáveis pelo site O Antagonista e pela Revista Crusoé para que prestem depoimentos no prazo de 72 horas”, ordenou.

O ministro não fez nenhuma declaração sobre sua decisão, mas a interlocutores próximos ressaltou que não impôs censura às publicações. Na avaliação de Alexandre, ‘liberdade de imprensa impede a censura prévia, mas não responsabilização posterior’.

O ministro ressaltou que ‘a notícia se baseou na PGR, que a desmentiu, mesmo assim insistiram na fake news’.Na decisão, Alexandre de Moraes cita o inquérito aberto por Dias Toffoli, em março, que a ‘existência de notícias fraudulentas (fake news), denunciações caluniosas, ameaças e infrações revestidas de animus caluniandi, diffamandi ou injuriandi, que atingem a honorabilidade e a segurança do Supremo Tribunal Federal, de seus membros e familiares, extrapolando a liberdade de expressão’.

O site informou que a reportagem tem como base um documento que consta dos autos da Operação Lava Jato. O empresário Marcelo Odebrecht encaminhou à Polícia Federal explicações sobre codinomes citados em e-mails apreendidos em seu computador em que afirma que o apelido ‘amigo do amigo do meu pai’ refere-se ao ministro Dias Toffoli, presidente do Supremo.

A explicação do empreiteiro se refere a um e-mail de 13 de julho de 2007, quando o ministro ocupava o cargo de Advogado-Geral da União (AGU) no governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. As informações enviadas por Marcelo Odebrecht foram solicitadas pela PF e são parte do acordo de colaboração premiada firmado por ele com a Procuradoria-geral da República. O delator está desde dezembro de 2017 em prisão domiciliar depois de passar cerca de dois anos presos em Curitiba.

“Há claro abuso no conteúdo da matéria veiculada, ontem, 12 de abril de 2019, pelo site O Antagonista e Revista Crusoé, intitulada ‘O amigo do amigo de meu pai’”, afirmou o ministro.