Ellen Nascimento

Blog Jornalístico

Vendedores ambulantes serão retirados das calçadas da Rua Grande

Publicado em: 14 de outubro de 2014 | por: ellen nascimento

Ambulantes serão realocados nas transversais.

Trabalhadores informais serão, até o fim deste mês, retirados das calçadas da Rua Grande e realocados em outro local. A informação vem da Secretaria Municipal de Urbanismo e Habitação (SEMURH) e da Blitz Urbana. A medida tem por objetivo otimizar a passagem de consumidores que passarão pelo centro comercial para as compras de final de ano.

Segundo os dois órgãos a ideia é que eles sejam retirados das calçadas da rua, e sejam reagrupados em transversais até o fim de outubro.

O projeto de disciplinamento do comércio informal na região do Centro foi anunciado pela Prefeitura de São Luís no ano passado. Atualmente, o projeto já teve algumas etapas realizadas com a distribuição de barracas padronizadas e a retirada dos vendedores ambulantes, que ocupavam a Praça do Pantheon, para a Praça Deodoro. Agora, com a proximidade do período em que o fluxo de consumidores aumenta significativamente na Rua Grande, outra etapa do projeto deve ser colocada em prática.

Segundo o superintendente de fiscalização e postura da Blitz Urbana, Márcio Aragão, serão distribuídas mais de 300 barracas aos vendedores ambulantes que atuam na Rua Grande. Com as barracas, que têm dimensões de 1,20 m x 0,80 m, os camelôs passarão a ocupar os espaços disponíveis nas ruas transversais.

O secretário de Urbanismo e Habitação, Diogo Lima, afirmou que serão realocados nas transversais primeiramente os camelôs que ocupam as calçadas nos dois primeiros quarteirões da Rua Grande, partindo do cruzamento com a Rua do Passeio em direção ao Largo do Carmo. Isso porque são esses que concentram uma grande quantidade de vendedores obstruindo entrada de lojas e dificultando a passagem de transeuntes.

“Teremos de refazer a fiscalização dos vendedores que já têm barracas nas transversais e já estão desorganizados. Após isso, vamos transferir os vendedores que ainda estão nas calçadas para as transversais. Durante o ano houve uma pulverização das equipes de fiscalização para cobrir outras ações pela cidade e os ambulantes aproveitaram para desorganizar o que havia sido feito. Mas agora o trabalho será novamente concentrado no local”, ressaltou o secretário Diogo Lima.

O secretário destacou ainda o reforço na fiscalização durante o período de fim de ano. De acordo com ele, será realizada uma ação semelhante a que aconteceu em 2013, quando as superintendências de Obras e Fiscalização e Postura se uniram para fiscalizar o comércio informal na Rua Grande. O coreto da Praça Deodoro dará lugar a um posto avançado da Blitz Urbana a partir de novembro. “A maior parte dos fiscais atuará nesse trabalho. Vamos dobrar o número de viaturas no setor, para garantir uma fiscalização mais eficiente no foco, que é o Centro, e em outras áreas do comércio”, observou.

Deixe seu comentário