Ellen Nascimento

Blog Jornalístico

Aspirante a prefeita usa pau mandado para fazer denúncias contra o Prefeito Clodomir de Oliveira

Publicado em: 17 de outubro de 2014 | por: ellen nascimento

IMG_9132images

O ex-prefeito, ficha suja, José Laci e sua filha aspirante a prefeita Talita Laci, não se mancam mesmo. Inconformados por não terem conseguido tomar posse da prefeitura de Raposa, agora se dedicam exclusivamente a traçar estratégias para tentar desmoralizar e derrubar o prefeito eleito pelo povo Clodomir de Oliveira, a quem ataca diariamente.

Mas como eles não tem moral e suas acusações valem menos do que titica de galinha, resolveram recentemente fazer uso do seu imenso laranjal para fazer denúncias infundadas contra o prefeito Clodomir, com objetivo único e exclusivo de tentar fazer com que a opinião pública acredite em suas mentiras.

Tanto isso é verdade que as hilárias e patéticas denúncias de supostas improbidades, são sempre feitas por ninguém menos que seu pau mandado. Ou seja, cunhado da aspirante a prefeita.

Conforme levantamento feito pela Prefeitura de Raposa, quem realmente contratou empresas de fachada e realizou pagamentos indevidos, foi a aspirante a prefeita Talita Laci. As empresas beneficiadas pela aspirante a prefeita, não prestaram nenhum tipo de serviço à Prefeitura e nem tão pouco forneceram qualquer tipo de bens, já que não foram licitadas. E todo o “rombo” nos cofres públicos se deu apenas com 15 dias de mandato.

 Documentos que comprovam o desvio de dinheiro público:IMG_5951

 

 

IMG_5949

 

IMG_5948

 

IMG_5946

 

Não se surpreendam se as acusações levianas virarem contra a aspirante a prefeita.

Caso Brunno: mãe do vigia João Gomes afirma que o filho foi coagido a assumir o crime

Publicado em: 17 de outubro de 2014 | por: ellen nascimento

Mãe do vigia João Gomes, que assumiu o assassinato do advogado Bruno, procurou a comissão de direitos humanos da OAB e afirmou que o seu filho foi coagido a assumir a culpa do crime. A informação foi passada pelo advogado Mário Macieira, da OAB, em entrevista a uma rádio de São Luís.

 Na tarde de ontem, o pai de Brunno, Rubem Soares, já havia se manifestado insatisfeito com o inquérito concluído e encaminhado ao Ministério Público, que deve processar João por homicídio tentativa de homicídio e agressão grave. Rubens fez vários questionamentos sobre a investigação apresentada pelo delegado do 7º Distrito Policial, Márcio Dominici.

Fonte: Imparcial

Rodrigo Lago confirmado no governo de Flávio Dino

Publicado em: 17 de outubro de 2014 | por: ellen nascimento

O advogado Rodrigo Lago será o secretário de Transparência e Controle, pasta a ser criada na gestão de Flávio Dino. Esta secretaria será responsável pelo controle interno da administração, acompanhando os contratos, apurando denúncias e fiscalizando a correta aplicação das verbas públicas.

Esta foi uma das principais bandeiras da campanha de Flávio Dino, eleito governador em primeiro turno. A Secretaria será criada sem que seja adicionado nenhum novo cargo comissionado, apenas com remanejamento de cargos já existentes.

 Estarão integradas à Secretaria a Corregedoria Geral do Estado e a Controladoria Geral do Estado, visando fazer um governo transparente, honesto e republicano.

O anúncio foi feito por Flávio Dino nesta sexta (17) pelas redes sociais. Conheça o perfil do secretário.

RODRIGO LAGO – SECRETARIA DE TRANSPARÊNCIA E CONTROLE

Com destacada atuação em Direito Constitucional, Rodrigo Lago é advogado há 12 anos. Estudou Direito Constitucional no Instituto Brasiliense de Direito Público – IDP.

É Conselheiro Federal suplente da OAB (2013-2015) e consultor da Comissão Nacional de Estudos Constitucionais da OAB. Faz parte também do Instituto dos Advogados Brasileiros (IAB).

No Maranhão, é diretor-geral da Escola Superior de Advocacia do Maranhão – ESA-OAB/MA (2013-2015), fez parte do Conselho Estadual da OAB como presidente da Comissão de Estudos Constitucionais da OAB/MA (2010-2012). Foi também membro de bancas examinadoras de concursos para a Magistratura e Ministério Público.

Mesmo em crise, governo do MA corta orçamento de presídios para sucessor

Publicado em: 16 de outubro de 2014 | por: ellen nascimento

Carlos Madeiro, do UOL

Em meio à crise no sistema prisional, o governo do Maranhão enviou proposta à Assembleia Legislativa para cortar em 10% o orçamento da Secretaria de Estado da Justiça e Administração Penitenciária em 2015, quando o governo passará às mãos da oposição pela primeira vez após meio século.

O maior atingido com a medida deve ser o Complexo Penitenciário de Pedrinhas, em São Luís, que registrou 19 mortes neste ano e sofre com denúncia de corrupção de diretor, fugas e rebeliões. O local é dominado por facções criminosas.

Ao fim do mandato, Roseana Sarney vai repassar o governo com uma onda de violência também fora dos presídios.

A redução proposta vem em meio à transição de governo, que passará às mãos de Flávio Dino (PC do B) a partir de 1º de janeiro de 2015. No dia 5 de outubro, ele derrotou o senador Edison Lobão Filho (PMDB), que era apoiado pela governadora Roseana Sarney (PMDB).

Preocupação

Para 2015, o novo governo do Estado contará com R$ 15 milhões a menos no orçamento em relação a este ano –caindo de R$ 149 milhões para 134 milhões. O valor proposto causou protestos do novo governo eleito.

Segundo o deputado estadual e já nomeado para a Casa Civil, Marcelo Tavares (PSB), o novo governo recebeu o corte com preocupação. “É um problema grave no Estado e temos de enfrentar isso prontamente a partir de 1º de janeiro. Vamos tentar resolver isso na tramitação do projeto, negociando com a bancada”, disse.

“Foi uma surpresa essa redução na área. Mesmo que diminua o custo das obras, terá aumento do custeio, tem manutenção. Os gastos tendem a aumentar. Temos de ver com detalhes e saber o que está acontecendo de errado”, afirmou.

Sobre o orçamento de 2015, o governo do Maranhão se limitou a dizer ainda está “em discussão” e não comentou a proposta de redução encaminhada ao Legislativo.

Caminhada pela paz: Familiares e amigos de advogado assassinado realizam caminhada nesta sexta

Publicado em: 16 de outubro de 2014 | por: ellen nascimento

Familiares e amigos de Brunno Matos, advogado de 29 anos que foi cruelmente assassinado na madrugada do último dia 06, convidam todos os segmentos da sociedade ludovicense para participar de uma caminhada para reforçar o pedido de paz e justiça pela morte de Brunno e outros jovens vítimas da violência exacerbada que toma conta da nossa capital e do estado.

A caminhada acontecerá nesta sexta-feira (17), às 15 horas, com concentração na Praça João Lisboa. Depois, percorrerá toda a Rua Grande, até à Praça Deodoro, onde haverá um ato de protesto contra os altos índices de violência na cidade de São Luís, que já ceifou a vida de centenas de pessoas.

Segundo pesquisas feitas tendo como referência o CIOPS, no mês de setembro deste ano, foram registrados 81 homicídios somente na Grande Ilha, que incluem as cidades de São Luís, São José de Ribamar, Paço do Lumiar e Raposa. Desse total, 38,3% eram jovens entre 15 e 24 anos. A organização do evento pede para as pessoas irem vestidas prioritariamente de branco.