Ellen Nascimento

Blog Jornalístico

Fiscalização eletrônica com câmeras de alto alcance já está em vigor em São Luis

Publicado em: 20 de fevereiro de 2018 | por: admin

Teve início ontem (19), em São Luis, a fiscalização com câmeras de alta rotatividade, com alcance aproximado de um quilômetro e capacidade de filmagem em 360 graus. Ou seja, pessoas dirigindo sem o cinto de segurança, utilizando o aparelho celular, ou mesmo sem as duas mãos no volante, podem ser multadas.

O monitoramento será realizado de 6 da manhã às 9 da noite. Ao todo, segundo o secretário de trânsito de São Luís, serão instaladas 32 câmeras de alta rotatividade em muitos pontos da capital. Na lista ainda estão outros pontos no Centro de São Luís, e também nos bairros da Cidade Operária e Anjo da Guarda, já mapeados pela SMTT, como áreas necessárias para a instalação das câmeras.

Ainda segundo o secretário Canindé Barros da SMTT, a fiscalização é válida para todos os veículos, inclusive para ônibus coletivos, caso deixem o corredor exclusivo sem necessidade devem ser multados. Aliás, sobre a faixa exclusiva para ônibus, o secretário avalia mudanças para evitar transtornos, principalmente no que diz respeito a aumentar a distância para a linha pontilhada no asfalto, que permite a conversão de veículos que não sejam ônibus ou que prestam serviços essenciais.

Na avaliação da SMTT a fiscalização eletrônica vai ajudar no combate as infrações, já que a secretaria conta com apenas 280 agentes de trânsito para toda a cidade, quando o necessário, seriam pelo menos 800.

Mesmo após o registro de uma imagem captada pela câmera de videomonitoramento, a infração segue para uma outra sala, denominada Central de Multas. No local será analisado, se de fato, a multa será emitida. A avaliação é feita dentro de critérios técnicos, declarou o secretário Canindé Barros.

Adiada votação de projeto de lei que regulamenta Uber em São Luís

Publicado em: 20 de fevereiro de 2018 | por: admin

A votação do projeto de lei que regulamenta o funcionamento do aplicativo Uber em São Luís foi adiada para a próxima semana.  A votação estava prevista para acontecer nessa segunda-feira, mas o vereador Genival Alves pediu vista e um prazo de até 72 horas para analisar o texto.  Uma das alterações do projeto determina que a empresa dona do aplicativo pague o ISS ao município de São Luís para continuar funcionando.

Inscrições para o concurso da Prefeitura para área da Assistência Social vão até 28 de fevereiro

Publicado em: 19 de fevereiro de 2018 | por: admin

As inscrições para o concurso da Secretaria Municipal da Criança e Assistência Social (Semcas) estão abertas até o dia 28 de fevereiro. Promovido pela Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Administração (Semad), o objetivo do concurso é reforçar o quadro de servidores municipais que atuam nessa área e, assim, fortalecer as ações da Política da Assistência Social colocadas em prática na gestão do prefeito Edivaldo.

O certame prevê vagas para cargos de nível superior, com cadastro de reserva. São 52 vagas, incluindo as reservadas para candidatos com deficiência. O concurso será executado pela AOCP Concursos Público e o Edital de Abertura nº. 001/2018 pode ser acessado no site da Prefeitura de São Luís (www.saoluis.ma.gov.br).

A remuneração inicial bruta será de R$ 2.036,25. São 28 vagas para de profissionais da área de Serviço Social, com cinco vagas reservadas para candidatos com deficiência. Também estão sendo oferecidas cinco vagas para a área de Direito, sendo uma vaga para candidato com deficiência; e 19 vagas para psicólogos, três reservadas para pessoas com deficiência.

Conforme cronograma do edital, a prova do concurso será realizada ainda no primeiro semestre de 2018. A taxa de inscrição é de R$ 100,00 e o processo avaliativo será constituído de prova objetiva, prova dissertativa (a serem realizadas no mesmo dia e com caráter eliminatório e classificatório) e avaliação de títulos (com caráter classificatório), com os critérios e informações especificadas no edital.

Projeto que regulamenta Uber será votado hoje

Publicado em: 19 de fevereiro de 2018 | por: admin
Resultado de imagem para uber

A Câmara Municipal de São Luís vota, nesta segunda-feira (19) o projeto de lei que regulamenta o aplicativo Uber em São Luís. O aplicativo está operando desde o ano passado após decisão do desembargador Marcelo Carvalho, do Tribunal de Justiça do Maranhão.

O projeto de lei, de autoria do vereador Paulo Victor (PROS),  sofreu algumas alterações por parte da Comissão de Mobilidade Urbana da Câmara que serão apreciadas pelo plenário em forma de emendas. Uma delas determina que a empresa multinacional norte-americana dona do aplicativo pague ao município de São Luís o ISS. O imposto regido pela Lei complementar 116/2003 está sendo depositado nas contas do estado de São Paulo.

Mesmo com tropas federais nas ruas, novos casos de violência são registrados no Rio

Publicado em: 18 de fevereiro de 2018 | por: admin

Foto: Reprodução G1

Novos casos de violência foram registrados no Rio de janeiro neste sábado, 17. Uma tentativa de assalto terminou em tiroteio na Tijuca, Zona Norte da cidade.

Também na mesma região, um caminhão foi saqueado. Durante a madrugada, bandidos armados explodiram uma agência de banco em Vilar dos Teles, São João de Meriti, na Baixada Fluminense. Policiais militares perseguiram os criminosos, mas eles escaparam levando o dinheiro.

Durante o dia, foi possível ver a presença de tropas federais em vários pontos do Rio. No entanto, os militares estavam na cidade por conta da presença do presidente Michel Temer, que anunciou a criação do Ministério Extraordinário da Segurança Pública depois de participar de uma reunião no Palácio Guanabara.

Também havia uma maior presença de policiais militares – mas isso também não estava relacionado à intervenção. O reforço no policiamento ocorreu pela realização de um grande bloco no Centro.

A rotina de violência tem assustado cada vez mais moradores e turistas

“Esse final de semana, tínhamos 100 pessoas marcadas para visitar o Rio. Agora, são apenas oito. Qual o motivo dessa queda? Violência, arrastão e mortes”, reclamou o guia de turismo, Wilson Marcato.

“É horrível. Vivemos com medo o tempo todo”, lamentou o repositor de mercado, Wagner Francisco de Mendonça

G1