Ellen Nascimento

Blog Jornalístico

Presidente da AMESS aponta uma situação na saúde que seria um problema para os Socorrões

Publicado em: 16 de janeiro de 2019 | por: admin

 

O médico Érico Cantanhede, presidente da AMESS (Associação dos médicos do Socorrão I e II), aponta uma situação na saúde que seria um problema para os Socorrões que já sofrem com superlotação.

Em seu perfil no Facebook, Érico reclama que “A SES fechou o único serviço de Ortopedia e Traumatologia de Pronto Atendimento na ilha de São Luís oferecido pelo Estado, que era localizado na UPA do Araçagy”.

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) informou, por meio de nota, que o atendimento da especialidade de Ortopedia ocorre em unidade da Vila Luizão. Leia na íntegra:

A Secretaria de Estado da Saúde informa que o atendimento na especialidade de neurologia do Hospital Dr. Carlos Macieira permanece regular. Quanto a ortopedia, a SES esclarece que o serviço é ofertado pelo Hospital Dr. Adelson de Sousa Lopes, na Vila Luizão. Além dele, o Hospital de Traumatologia e Ortopedia do Maranhão realiza o atendimento referenciado, onde são realizados aproximadamente 400 procedimentos cirúrgicos por mês.

 

Com Informações do Imirante.com

Deixe seu comentário