Ellen Nascimento

Blog Jornalístico

STJ indefere pedido de afastamento do conselheiro Edmar Cutrim

Publicado em: 7 de outubro de 2014 | por: ellen nascimento

O ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Félix Fischer, indeferiu em liminar notícia-crime protocolada pelo Diretório do PMDB no Maranhão, através da qual, o partido solicitava afastamento do conselheiro Edmar Cutrim do cargo de presidente do Tribunal de Contas do Estado do Maranhão (TCE).

Félix Fischer baseou sua decisão no entendimento do próprio Ministério Público Federal, que considerou a “ilegitimidade da legenda partidária para pleitear medida cautelar de natureza processual penal em face de delito de ação pública incondicionada, sobretudo não sendo encampada pelo MP, por falta de evidências”.

O MPF também afirmou que “o relato de possíveis infrações penais supostamente cometidas por ocupantes de cargo por prerrogativa de função ou qualquer outro servidor público, por si só, não revela necessidade de afastamento do cargo”.

O PMDB solicitava o afastamento do conselheiro, que está de férias desde a semana passada, com base em uma gravação telefônica, obtida de forma ilegal, na qual ele conversava com amigos.

No último sábado (04), o juiz federal Clodomir Reis, do Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão (TRE/MA), já havia indeferido pedido da coligação “Pra Frente Maranhão”, da qual o PMDB fazia parte, que também pleiteava o afastamento do conselheiro.

Eleitor pode justificar ausência até 4 de dezembro

Publicado em: 7 de outubro de 2014 | por: ellen nascimento

O eleitor que não votou nas eleições deste domingo e também não compareceu a nenhum posto de votação para justificar seu voto, tem até o dia 4 de dezembro para fazer isso.

As pessoas aptas a votar que não compareceram às suas seções nas eleições de 2014, também podem optar por pagar multa, de R$3,51, bastando se dirigir ao cartório eleitoral portando o título de eleitor.

Segundo o TSE, mesmo não tendo votado e nem justificado em primeiro turno, o eleitor não fica impedido de votar no segundo turno. Caso ele não participe e não apresente justificativa, terá mais 60 dias para explicar-se à justiça.

Sem comprovar que votou, ou cumpriu com suas obrigações eleitorais, o eleitor fica impedido de exercer alguns direitos como: inscrever-se em concurso público; ser empossado em cargo público; obter carteira de identidade ou passaporte; renovar matrícula em estabelecimento de ensino oficial; obter empréstimos em bancos oficiais; participar de concorrência pública ou administrativa.

Quem não votar em três eleições consecutivas – considerando cada turno uma eleição – terá sua inscrição eleitoral cancelada.

No MA, greve dos bancários termina parcialmente

Publicado em: 7 de outubro de 2014 | por: ellen nascimento

Em assembléia realizada nesta segunda-feira (6), na sede do Sindicato dos Bancários do Maranhão (SEEB-MA), em São Luís, os bancários maranhenses decidiram encerrar parcialmente a greve da categoria no Estado.

Com a decisão, as agências de bancos privados, da Caixa Econômica e do Banco do Brasil reabrem a partir desta terça-feira (7), após uma semana de paralisação.

Já as agências do Banco da Amazônia e do Banco do Nordeste continuam em greve por tempo indeterminado no Maranhão e em Estados, como o Pará, Ceará, Sergipe e Bahia.

As propostas do Basa e do BNB foram consideradas baixas e insuficientes, se comparadas com as dos outros bancos públicos. Por isso, os bancários rejeitaram, por unanimidade, as propostas, mantendo a greve.

Nova Assembléia 

Nesta terça-feira, às 16h30, será realizada nova assembleia na sede do SEEB-MA, na Rua do Sol, Centro de São Luís, para definir o futuro da greve no Basa e no BNB.

 Rejeição de propostas

Mesmo posicionando-se enfaticamente contra as propostas rebaixadas da Fenaban, da Caixa e do Banco do Brasil, a categoria maranhense agiu de forma democrática e acatou a decisão da maioria dos sindicatos do país, que decidiu pelo fim da greve nacional nestes bancos.

Os deputados eleitos João Marcelo (Federal) e Josimar de Maranhãozinho (Estadual), apoiados pelo prefeito Clodomir Oliveira, foram os parlamentares mais bem votados no município de Raposa

Publicado em: 6 de outubro de 2014 | por: ellen nascimento

unnamed

O prefeito de Raposa, Clodomir Oliveira, conseguiu eleger seus deputados (Estadual e Federal) e sai fortalecido da eleição deste domingo (5/10). O deputado Federal eleito João Marcelo (PMDB), apoiado pelo prefeito Clodomir Oliveira (PRTB), teve 83.847 votos no Estado, sendo que no município de Raposa teve  1.614 votos.

O deputado Estadual eleito Josimar de Maranhãozinho, também apoiado pelo gestor foi o mais bem votado em todo o Maranhão com 99.252 votos, sendo que no município de Raposa teve 2.046 votos.

Esse resultado mostra a liderança que o prefeito exerce junto ao povo.

Comemoração da eleição de Roberto Rocha termina com uma morte e dois feridos

Publicado em: 6 de outubro de 2014 | por: ellen nascimento

O advogado Brunno Soares Matos, foi assassinado a facadas na madrugada desta segunda-feira (6), após festa de comemoração do senador eleito Roberto Rocha (PSB), realizada no comitê de campanha do candidato no bairro Olho D’Àgua. O irmão dele, Alexandre Soares Matos, e uma terceira pessoa, identificada como Kelvin Kim Chang, também foram feridos e estão em um hospital da cidade. O suspeito do crime é Carlos Humberto Marão Filho, que foi encaminhado para a Delegacia do Turú.

Segundo informações da polícia, o suspeito mora em uma residência próxima ao comitê e, por volta de 5h, foi ao local para reclamar do som alto. Armado com uma faca, o homem teria ameaçado os rapazes, que arrumavam o local, e começado a quebrar retrovisores de veículos que estavam estacionados na frente do comitê.

Brunno então reclamou da atitude do suspeito, que entrou em confronto com as vítimas e feriu gravemente os três.

As vítimas foram levadas para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Araçagi. O advogado foi ferido na região do abdômen e não resistiu aos ferimentos, vindo a óbito no hospital. Alexandre foi atingido no abdômen e Kelvin teria ficado com uma faca cravada nas costas. Eles foram transferidos para o hospital São Domingos.

Brunno Matos trabalhava  na assessoria jurídica da campanha de Roberto Rocha e na Prefeitura de São Luís.