Ellen Nascimento

Blog Jornalístico

Prefeitura da Raposa intensifica Campanha de Conscientização e prevenção as Hepatites virais

Publicado em: 31 de julho de 2015 | por: admin

Na manhã da última terça-feira (28), equipes da Secretaria Municipal de Saúde da Raposa, realizaram mais uma campanha de conscientização sobre as hepatites virais. A campanha é realizada em parceria com os governos Federal e Estadual, e tem como como meta vacinar aproximadamente 80% da população do município.

vacinação

Presente no evento, o prefeito Clodomir Oliveira ressaltou a importância da prevenção e aproveitou para convidar os raposenses que ainda não foram se vacinar, para que procurem os postos de saúde do município.

“Nosso objetivo é fazer com que a informação, e consequentemente, a prevenção das doenças, cheguem à população. Sabemos que é melhor prevenir, do que remediar, e por isso, nossa equipe da Secretaria de saúde está fazendo esse trabalho de alerta e esperamos que todos possam participar ativamente dessa campanha, a fim de evitar problemas futuros”, alertou o prefeito.

De acordo com Maria Margarida de Caravelho Neta, enfermeira e coordenadora de DST/AIDS, Hepatites Virais e Saúde da Mulher, a campanha de prevenção começou no início do mês de Julho, e se estenderá até o fim do ano. A coordenadora destacou também a participação em massa da população, que está se conscientizando mais ainda da necessidade de se informar, prevenir e vacinar.

“Estamos alcançando nosso objetivo, que é de conscientizar a população da necessidade sobre a prevenção da doença, pois conseguimos vacinar mais de mil pessoas num único dia e esperamos que esse número aumente cada vez mais”, revelou Maria Margarida.

Testes rápidos e distribuição de kits (lixocar) contendo preservativos masculinos e femininos, e folders explicativos sobre as consequências das doenças, também fizeram parte da ação.

Os testes estão sendo realizados diariamente em todos os postos de saúde do município, e quem ainda não se vacinou, pode se dirigir ao posto de saúde mais próximo para saber mais informações

Governo inaugura unidade do Procon em Pinheiro nesta quinta-feira (30)

Publicado em: 30 de julho de 2015 | por: admin

procon-300x300O Governo do Estado inaugura, nesta quinta-feira (30), às 16h, a primeira unidade da Gerência de Proteção e Defesa do Consumidor do Maranhão (Procon-MA) na Baixada Maranhense. Pinheiro, cidade mais populosa e considerada polo de desenvolvimento da região, será o 13º município do estado a receber um posto do órgão. A inauguração é parte do projeto de municipalização do Procon, que busca levar os serviços de proteção ao consumidor a todas as regiões do estado, diretriz do governo Flávio Dino.

O Governo do Estado e prefeitura inauguram o posto, nesta quinta-feira (30), às 16h, no centro da cidade, com a presença do diretor-geral do Procon Maranhão, Duarte Júnior, prefeito Filuca Mendes, vereadores e consumidores da região.

Duarte Júnior também vai ministrar palestra “Diálogo com os Fornecedores”, no Centro Cultural, na Rua José Anastácio, nº 135, Centro, às 19h. É voltada para o setor comerciário da cidade com o objetivo de orientar e esclarecer dúvidas sobre o direito dos consumidores.

Pinheiro é o 13º município do Maranhão a receber um posto do órgão. A inauguração é parte do projeto de municipalização do Procon. De acordo com Duarte Júnior, a municipalização do órgão é fundamental para o atendimento aos maranhenses. “O objetivo do governo Flávio Dino é descentralizar o atendimento aos consumidores. Precisamos estar presentes na vida dos maranhenses de todas as regiões do estado. Este ano, além de inaugurar novas unidades, também proporcionamos melhorias nos Procons existentes, buscando efetivar, cada vez mais, o atendimento aos consumidores”, enfatiza.

O órgão está presente em Açailândia, Bacabal, Balsas, Caxias, Codó, Estreito, Imperatriz, Itapecuru-Mirim, Pedreiras, Pinheiro, Santa Inês, São Luís e Timon. Serão inauguradas seis unidades, distribuídas nos municípios de Barreirinhas, São João dos Patos, São José de Ribamar, Paço do Lumiar, Presidente Dutra e Santa Luzia.

Detran-MA realiza leilão de 325 lotes de veículos e peças neste sábado

Publicado em: 30 de julho de 2015 | por: admin
detranO Departamento Estadual de Trânsito do Maranhão (Detran-MA) realiza neste sábado (1º) o sexto leilão de veículos de 2015. São 325 lotes de veículos seminovos – entre automóveis de passeio e motocicletas – e sucatas. O leilão ocorre no Km 7 da BR-135, no Distrito Industrial de São Luís, no Maracanã. A participação é presencial e on-line.
O objetivo é o esvaziamento dos pátios da sede do órgão. Para quem compra algum dos lotes do leilão, segundo o Detran-MA, não é necessário arcar com débitos anteriores dos veículos, ficando apenas responsável pelo custo de transferência da propriedade e pela taxa de licenciamento proporcional aos meses do ano.

Sistema Italuís será desligado para manutenção nesta quinta-feira (30)

Publicado em: 30 de julho de 2015 | por: admin

A Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (Caema) informa que o Sistema Italuís será desligado nesta quinta-feira (30), das 8h às 18h, para trabalhos de manutenção. O bombeamento de água para São Luís será reiniciado logo após a conclusão dos trabalhos, com o abastecimento sendo normalizado gradativamente em até 48h.

Serão atingidos com o desabastecimento temporário regiões do Turu, Centro, João Paulo, São Francisco, Itaqui/Bacanga, São Cristóvão, dentre outros.

Governo quer derrubar PEC que obriga patrão a pagar plano de saúde a empregado

Publicado em: 29 de julho de 2015 | por: admin

O Ministro da Saúde, Arthur Chioro, disse nessa terça-feira que o governo vai se esforçar ao máximo para derrubar a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 451. Segundo ele, o texto favorece interesses econômicos contrários aos da maioria da sociedade brasileira. A PEC, que obriga empregadores a pagar planos de saúde a todos os empregados, é de autoria do presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ) e está na Comissão de Constituição e Justiça.

“Nós lutaremos como toda força para que a PEC 451, que faz um verdadeiro retrocesso em relação às conquistas que nós tivemos, ao afirmar que a saúde é um direito de todos e dever do Estado”, disse Chioro, durante a abertura do 11º Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva, nessa terça-feira. Ele ressaltou que o governo vai mobilizar todas as forças para que a proposta não passe na Câmara.

O projeto de Cunha altera o Artigo 7º da Constituição Federal, obrigando os empregadores a pagar planos de saúde privados a todos funcionários, urbanos, rurais, domésticos ou não. Para justificar a proposta, o autor usa o artigo da constituição que diz que a saúde é direito de todos.

Para Chioro, mesmo que o Artigo 196 da Constituição continue determinando que a saúde é direito de todos e dever do Estado, a aprovação do projeto leva a população a “perder a conquista que significou o sistema universal de saúde”.

O diretor da Associação Brasileira de Saúde Coletiva (Abrasco), Luis Eugenio de Souza, relembrou que, antes da criação do Sistema Único de Saúde (SUS), quem tinha emprego formal pagava a Previdência e tinha direito à assistência pelo Instituto Nacional de Assistência Médica da Previdência Social (Inamps). “Quem não tinha trabalho formal usava o sistema filantrópico, outras alternativas. Os SUS acabou com isso.” “Com a proposta, acaba o SUS”, concluiu Jarbas Barbosa, presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária, que foi por cerca de oito anos secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde.

A PEC 451 foi um dos temas em discussão no Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva, conhecido como Abrascão, que ocorre em Goiânia até o próximo sábado. O debate é promovido a cada três anos e sedia a assembleia geral da Abrasco. Financiamento do SUS, humanização dos partos, o Programa Mais Médicos e saúde do idoso estão entre os assuntos a serem abordados.

Este ano a Universidade Federal de Goiás (UFG) recebe o evento. O Abrascão reúne pesquisadores brasileiros e estrangeiros e autoridades em atividades sobre diversos temas, propostas e acontecimentos relacionados à saúde, ciência, tecnologia e inovação, educação e sociedade.

Agência Brasil