Ellen Nascimento

Blog Jornalístico

Moradores do Cohatrac, em São Luís, estão há um mês sem água

Publicado em: 22 de outubro de 2014 | por: ellen nascimento

Do G1 MA

Moradores do bairro Villágio do Cohatrac V, na região metropolitana de São Luís, estão há um mês sem água nas torneiras. Segundo a comunidade, a Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (Caema) já foi várias vezes ao local e nunca resolveu o problema.

A área, que fica no município de São José de Ribamar, passou a ser habitada no início dos anos 2000. Hoje, são centenas de imóveis com padrão arquitetônico médio, no Villágio do Cohatrac V. O problema ocorre principalmente na Rua 20.

Os moradores afirmam que tudo começou depois de uma escavação na Rua 11. “Esse problema aconteceu devido a uma escavação que os moradores da rua de baixo fizeram, mas a Caema já veio, já escavou de novo e ninguém resolveu nosso problema”, reclamou a atendente Maria dos Remédios Serra.

Segundo a comunidade, de vez em quando a Caema encaminha carro-pipa ao Villágio do Cohatrac V, mas só recebe água quem está na lista, segundo a moradora Maria de Jesus Serra. “Se a gente não for na Caema para ser incluído na relação eles não botam. Uma vez eles vieram botar, eu pedi, chorei e eles não colocaram porque meu nome não estava na relação”.

A esperança dos moradores do Villágio do Cohatrac V está em um poço, no campo de futebol do bairro. A obra de perfuração está em andamento há mais de um mês. Mas muita gente está desistindo mesmo assim. São dezenas de casas à venda no bairro.

A assessoria de comunicação da Caema informou que moradores de algumas ruas do Vilagio do Cohatrac V não se conformaram com o sistema de rodízio  e manobraram o registro de água, colocando toda a vazão apenas para as ruas localizadas na parte mais baixa do bairro.

A Caema também informou que foi várias vezes ao local para regularizar o abastecimento, mas novamente os moradores voltaram a mudar o registro e que, na última vez, os técnicos da empresa foram ameaçados e impedidos de trabalhar. Um boletim de ocorrência foi registrado na polícia. Ainda segundo a Caema, um novo poço está sendo perfurado para tentar solucionar o problema.

Deixe seu comentário