Ellen Nascimento

Blog Jornalístico

Menina de dez anos morre depois de contrair ameba que “come” o cérebro

Publicado em: 19 de setembro de 2019 | por: admin

A pequena Lily Mae Avant, que enfrentava um tratamento para meningoencefalite amebiana primária, morreu aos 10 anos de idade, no Texas, EUA. A doença é rara – uma ameba ataca o tecido do cérebro humano. O micro-organismo entrou no corpo de Lily quando ela mergulhou para nadar em um lago texano.

Depois de nadar no rio, a menina começou a sentir dores de cabeça e febre, até que os pais a levaram ao hospital, onde os médicos a diagnosticaram com meningoencefalite.

Segundo o Centro Para Prevenção e Controle de Doenças dos Estados Unidos (CDC, na sigla em inglês), a ameba Naegleria fowleri é encontrada em águas aquecidas, como lagos e rios no verão e fontes de águas termais.

Esse organismo unicelular, quando entra no organismo pelo nariz viaja até o cérebro e causa uma infecção devastadora no cérebro chamada meningoencefalite amebiana primária, que destrói o tecido do cérebro e geralmente é fatal.

Em casos muito raros, a infecção pela ameba pode acontecer no contato com água contaminada de outras fontes, como piscinas mal higienizadas com cloro ou água de torneira aquecida e contaminada.

O CDC já registrou 145 casos de infecção por Naegleria fowleri entre 1962 e 2018, dos quais apenas quatro pacientes sobreviveram.

Deixe seu comentário