Ellen Nascimento

Blog Jornalístico

Filho de médico denuncia Miltinho Aragão de não pagar aluguel onde funciona a prefeitura

Publicado em: 7 de fevereiro de 2018 | por: admin

 

Miltinho Aragão, prefeito de São Mateus

Roberto Nunes, filho do saudoso Dr. Zezizo Nunes,  chateado com a situação,  vai a uma TV local de São Mateus (TV AMAZONAS), para dizer a toda a população que o prefeito Miltinho Aragão (PSB), está inadimplente com o contrato de aluguel de um prédio que fez com a sua família, segundo Roberto, o prefeito Aragão está com mais de dez meses sem pagar o aluguel do prédio, o mesmo, desde que assumiu está   funcionando a  sede da prefeitura municipal, e de tanto esperar o pagamento, o prefeito ficava protelando e nada acontecia, então Roberto e a família resolveram  entrar de vez  com uma ação na justiça para receber o pagamento e em seguida  despejar imediatamente os ocupantes de seu imóvel.

Disse ainda, que o seu pai  o Sr. Zezico , ainda em vida, sempre procurou honrar na legalidade seus compromissos, acreditou que uma vez alugando seu imóvel para o prefeito Miltinho, na época, seria bom negócio, haja vista  que  o mesmo  demonstrava  ser  um amigo,  assim não teria nenhum problema, receberia o pagamento do aluguel em dias como constava no contrato, o que não aconteceu, e isso lhe chateou muito, o filho Roberto, até que tinha avisado para o pai  no passado , logo no inicio do negócio sobre contrato, pois lhe daria dor de cabeça, mas o pai não lhe deu atenção.

Dr. Zezico Nunes, era filho de um ex-prefeito São Mateus, ( Acyole   da Costa Nunes), foi também um dos médicos pioneiros da cidade, pessoa simples que enquanto pode fez grandes sacrifícios para ver Hamilton Aragão assumir a prefeitura de São Mateus, como todos da cidade, sonhava com a mudança, mas jamais iria adivinhar que aquela gestão de Miltinho fosse transformada num fiasco, com tantas irregularidades.

Dr. Zezico, como assim era conhecido, era um bom profissional da área da saúde, se estivesse vivo, estaria a frente de uma grande manifestação contra o prefeito atual, pois ele conhecia a realidade da cidade nos que diz respeito a saúde, educação, segurança e infraestrutura que ficou a desejar naquele município.

Com o passar dos anos, devido ao acumulo de decepções constantes, viu a ficha cair de vez, e a realidade surgiu com desenvoltura, assim não teria mais condições de lhe defender e nem acompanhar a nada no que falava como proposta, ou seja, nada mais que o prefeito mencionava em fazer para o município, ele e o povo acreditava certamente que um prejuízo enorme para a população, uma situação sem conserto, uma administração péssima no ponto de vista comum.

Portanto, devido a complicações de saúde, exames constaram que o coração do médico não resistiria muito, e num ataque cardíaco fulminante, o mesmo foi a óbito, sem falar que   os problemas pessoais    também contribuíram para o falecimento do médico.

Detalhe, como a prefeitura não tem um prédio próprio desocupado no momento para mudar, a saída é transformar a atual rodoviária numa sede provisória da prefeitura.

Blog do Cajú

Deixe seu comentário